Koh Rong: A Praia secreta do Camboja

postado em: Camboja, lugares | 25

destaque-koh-rong

Já chegou num lugar com a ideia de passar apenas 3 dias, acabou ficando 5 e saiu triste porque não podia ficar mais tempo?

Isso foi o que senti em Koh Rong, o nome pode parecer um pouco estranho, mas essa ilha fica no Camboja, próxima a costa de Sihanouksville, um destino turístico bem conhecido do país. Vou te contar porquê você não pode perder a chance de visitar essa praia incrível.

20150722_185418
Te conto já já, como curtir esse show de Pôr-do-sol.

Roteiros mais apressados pelo Camboja muitas vezes não incluem essa região, roteiros um pouco mais longo geralmente incluem Sihanouksville, mas o segredo mesmo está escondido em Koh Rong. Numa praia chamada Coconut Beach, que fica num lado mais remoto da ilha.

Visitar Koh Rong Camboja
Aproveita e salva nosso Pin

É importante dizer que Koh Rong já está se popularizando, como outras ilhas do sudeste asiático, logo o turismo em massa vai alcançá-la. A praia em frente ao porto principal já conta com um grande número de hostels, hotéis e  restaurantes, o que não é em si um problema. Talvez o problema seja o crescimento desorganizado. Então é bom aproveitar enquanto o local ainda não está invadido pelo turismo.

20150724_061534

Dos 5 dias que passamos lá, era sempre assim.

Praia Deserta, areia branquinha e água transparente.

Se você está procurando um lugar pra se esconder do mundo e curtir uns dias no paraíso, esse lugar é Coconut Beach. Uma praia maravilhosa que você só vai dividir com alguns poucos hóspedes dos dois únicos hostels que tem na área e com as encantadoras crianças da vila de pescadores próxima.

20150723_140349
Infinitos sorrisos.

O Que fazer em Koh Rong

A principal atividade de quem vai pra lá e colocar o pés pro alto e aproveitar a praia, mas essa não é a única opção.

Koh Rong

Não perca o pôr-do-sol.

Ao entardecer assistir o pôr-do-sol do pequeno pier que tem na vila de pescadores é indispensável. Um show que me deixava sempre sem palavras. Durante a noite o fornecimento de energia, feito por geradores, é interrompido mas isso de longe vai ser um problema.

BestPhoto_20150725_184024_1
Estão faltando palavras pra legenda.

Acredite você vai sobreviver as noites quentes sem ventilador. Principalmente se sair pra tomar banho de mar durante a noite, e vou te dizer porque você deve fazer isso.

Ver os Plânctons fluorescentes.

A noite acontece um fenômeno quase mágico, é possível ver plânctons fluorescentes na praia, bastar entrar no mar e começar a se mover, que eles começam a brilhar. Infelizmente não dá pra capturar esse momento com câmeras, então você vai ter que ir pra ver.

Volte a ser criança

Se estiver cansado de tanta mordomia, a dica é voltar a ser criança e se jogar nas brincadeiras da molecada da vila, mas já vou avisar o vôlei é esporte preferido daqui e a criançada é muito boa. Eu perdi todas as partidas. Eu ia pra praia já esperando a hora que as crianças chegavam pra deixar o meu dia mais divertido.

 

2015-12-22 20.47.12
Mas ganhei um belo presente.

Pra mim viajar e se envolver com a comunidade local é sempre um presente, em Koh Rong você pode fazer isso sem nenhum problema. As pessoas são muito receptivas e você não vai demorar muito pra se sentir em casa.

20150725_085930
Essa é a Lia, artista que me deu vários desenhos.

 Onde ficar em Koh Rong

Você sabia que ao fazer a reserva através dos links do booking que colocamos aqui você ajuda o Baú e não paga nada a mais por isso?

São duas opções de hospedagem nesse lado da ilha, o Inn the Village e o Coconut Beach Bungalows , os dois são ótimas opções, nós ficamos no Inn the Village que fica bem dentro da vila de pescadores, foi uma experiência bem legal, estar mais próximos dos moradores e ver um pouco da rotina deles. O hostel desenvolve alguns projetos para melhorar a vida da comunidade, também é possível se envolver um pouco e ajudar. Eles oferecem curso de mergulho, que farei da próxima vez que for lá. Do hostel pra praia, são apenas 10 minutinhos. As acomodações são simples mas nesse paraíso você não precisa de muita coisa.

Já o Coconut Beach Bungalows fica de frente pra praia, o custo é um pouquinho mais alto, mas bem justo, as acomodações  são mais confortáveis. A família que dirige o hostel trata os hóspedes e os visitantes muito bem, como era o nosso caso. Ah e a comida que eles preparam é maravilhosa

20150722_173119
Vista do restaurante, precisa de mais alguma coisa?

 

Como chegar em koh Rong

Saindo de Sihanouksville é possível pegar um barco direto para Koh Rong e descendo no porto principal pegar um barco menor para o outro lado da ilha, o que pode aumentar um pouquinho o custo.

Nós fizemos isso com um pacote fechado que inclui uma parada para banho no meio do caminho, e almoço em Koh Rong Samloem, uma pequena ilha bem próxima à Koh Rong.
Outra opção é pegar um barco direto que sai do Pier 52 (‘Pie Hap Pee’ na língua local), em Sihanoukville aproximadamente às 15 horas todos os dias, o ticket custa cerca de 5 dólares direto no barco.


Barcos chegando no porto da vila de pescadores.
Barcos chegando no porto da vila de pescadores.

E você, qual lugar já foi e não queria mais ir embora?

Conta pra gente aí nos comentários.

CompartilheShare on FacebookEmail this to someoneShare on TumblrShare on StumbleUponShare on Google+Digg thisTweet about this on TwitterPin on Pinterest

Estudante, 21 anos, ama descobrir novas culturas e novos lugares. Viciado em escutar histórias e recentemente se viciou também em compartilhá-las.

25 Respostas

  1. Oi Matheus,
    Eu me apaixonei pelo Camboja e olha que só conheci os templos. Achei as pessoas super simpáticas, mais do que na Tailândia.
    Quero voltar um dia!
    Abs, Marlise

  2. Aiiii babei nas fotos! quando fui a Sihanouksville tentei ir nessa praia e nao tinha mais vaga… 🙁

  3. AMO seus relatos. Já quero viajar com você, topa?! ;)! Que fotos lindas. Preciso voltar pra conhecer essa parte maravilhosa do Camboja! Que lugar maravilhoso!

    • Matheus Crespo da Silva

      Topooooo demais.
      Me chama que já tô hahaha.
      Nem me fala eu amei demais o Camboja e e essa parte então ai….

  4. Que passeio delicioso.!
    Que lugar lindo.!
    Amei!!!

    Ótimo post!

  5. Matheus que post lindo! Que sensibilidade! Amei você com as crianças… quero muito ir em familia para aí. Será que é perrengue ir com nossa filhas de 3 anos? Parabens pelo post!

    • Matheus Crespo da Silva

      Oi Flávia, acho que vale a pena sim. Não acredito que seja muito perrengue não, fica hospedada no coconut beach bungalow, acho que é bem confortável e o pessoal de lá é ótimo, muito querido.
      Ou então pode também ficar no lado mais movimentado da ilha e dar uma passada em coconut beach durante o dia.
      Fico muito contente que tenha gostado do post, abraço

  6. Concordo totalmente, mas eu não fiquei nesse lado da ilha, fiquei em um que tinha um resort de palha e uma praia azul turquesa. Realmente Koh Rong é um dos meus lugares favoritos.

  7. Uau, mais um post inspirador! Cada vez que entro aqui no Baú, saio com muita vontade de me mandar pra Ásia, aliás, mais vontade ainda!! Seus posts são incríveis e que lugar fantástico eim!? Fácil de entender porque gostou tanto. 🙂

    • Matheus Crespo da Silva

      Itamar fico super grato de ler esse comentário, muito contente mesmo.
      O nosso objetivo é esse mesmo, inspirar outras pessoas à viajarem e terem uma experiência mais próxima da cultura e das pessoas locais.
      heheheh é realmente muito fácil se apaixonar por Koh Rong

  8. Matheus, que relato legal! Além de um paraíso, tem todo esse outro lado, de conhecer as pessoas, interagir, viver mesmo o dia a dia do lugar. Aos poucos vou entendendo por que esse destino virou febre, é muita lindeza!! Bj

  9. Adorei o post Matheus! Vou para Siem Reap em Maio, queria poder ter mais dias no Camboja!

    • Matheus Crespo da Silva

      Que bacana Mari, dá uma olhada depois num post aqui que escrevi sobre um motorista de tuk tuk, acho que pode ser perfeito pra você lá

  10. Que lindo post! Quando estive no Camboja foi muito corrido, mas adorei sua dica. Quem sabe um dia eu possa voltar pra conhecer esse paraíso?
    Abs

  11. Fotos espetaculares neste teu artigo! Vem demonstrar que o Camboja não é só os monumentos de Angkor Wat! Obrigado pela partilha!

    • Matheus Crespo da Silva

      Eu que agradeço pelo comentário, vdd é difícil os turistas verem países com uma atração tão famosa e importante como o Angkor Wat além dele né.

  12. A praia parece linda e um lugar bem fora do roteiro comum. E esse contato com as crianças é ago que não tem preço! <3

  13. que lugar maravilhoso! Camboja sempre surpreende…quero voltar para revisitar os templos e explorar essas praias lindas!

Deixe uma resposta