Conhecendo um pouco a Rússia

postado em: lugares, Rússia | 9

Primeira impressão da Rússia

Quando me lembro da Rússia dá um frio na barriga porque foi a primeira vez em que perdi minha mala entre viagens. Sempre vi e ouvi histórias de amigos que tinham tido a mala extraviada e tudo mais, mas a hora que acontece com a gente é diferente né. Estava indo para Moscou, mas como era uma passagem barata o voo fazia parada na cidade de Krasnoyarsk antes, e foi lá mesmo que perdi a mala.

O problema é que eu tinha uma hora para dar entrada na imigração, pegar a mala e entrar no próximo avião, pensa no desespero quando não encontrei minha mala. Ainda maior quando descobri que a maioria dos russos não fala inglês, inclusive dentro do aeroporto. Pensa eu explicando o que tinha acontecido e que eu precisava correr para dentro do avião enquanto eles todos me respondendo em russo. Eu expliquei até com mimica quase dançando que eu não falava russo, mas para tentar me ajudar eles repetiam falando mais alto e pausadamente para quem sabe talvez eu entendesse alguma coisa. Achamos uma russa que falava inglês e salvou minha vida, ela disse que era pra ficar tranquila que isso é muito comum acontecer (“aqui é Rússia”), ela mesmo já tinha perdido a mala duas vezes e se eles não perdem sua mala pelo menos abrem tudo e dão uma revirada só por costume. Naquele momento vi que seria difícil me virar no país. Rússia

Como a Rússia realmente é.

Para mim a Rússia é um país forte, imponente, muito bonito, mas ao mesmo tempo muito fechado. É um país autêntico, que impõe sua autoridade, originalidade e tradições sociais. Estar na Rússia é como estar dentro de um filme dos anos 50, é tudo muito clássico, antigo, uma sensação muito diferente. As linhas de metrô são bem antigas, barulhentas, mas são lindas. As construções parecem até de brinquedo. Não é nem Ásia nem Europa, é Rússia, e você entende isso quando pisa com seus próprios pés lá.

Os russos são como a Rússia é, desde o jeito de se vestir até de se relacionar. Eu achei eles bem sérios, a maioria com cara de bravo. É difícil ver os russos andando pelas ruas e sorrindo, ou sendo super carinhosos. Também é normal eles te encararem, eles olham mesmo la dentro da bolinha preta dos seus olhos e não desviam olhar.  Eles também não brincam de filas. Se você é um dos primeiros esperando na fila, não fique bravo quando olhar pro lado e perceber que virou o ultimo e não tem mais banco para sentar, ou as vezes nem o ônibus para ir. Fique calmo, você está passeando e tudo bem esperar o próximo, só fique esperto para não virar o ultimo de novo porque é um ciclo tendencioso.

Mas enfim, eles são legais. Conhecemos vários russos bacanas, divertidos e que nos ajudaram muito, muito mesmo! Alguns não gostam de falar inglês, outros realmente não sabem, então tente procurar os mais jovens ou ter palavras básicas em russo anotadas junto com você. Se precisar comprar alguma passagem ou fazer algo importante, você pode pedir para o pessoal do hostel escrever um bilhete em russo para mostrar no guichê, isso ajuda muito! A Rússia é muito legal, que se você tem algum probleminha e pensa “nossa, eu estou na Rússia” rapidinho o problema voa com todo aquele pensamento. moscou rússiamoscou rússiamoscou rússia

O que visitar em Moscou

Praça Vermelha

Mesmo ficando cinco dias na cidade de Moscou acabamos saindo para turistar apenas dois desses dias em prol de economizar para os próximos destinos. Mas o principal é a praça vermelha famosa pela sua história na União Soviética e considerada o centro da cidade. Se você for para a praça vermelha já mata quase todos os pontos turísticos para visitar. Por ali mesmo tem a catedral de São Basílio (aquela toda pomposa e colorida coisa mais linda), o Museu de História que é um dos edifícios mais bonitos e que mais chamam atenção na praça, o Kremlin, o Mausoléu de Lênin, o Jardim de Alexandre, o shopping GUM, entre outros pontos religiosos e atrações menores.moscou rússiaGostando do texto? Deixa eu te contar uma coisa que pode te ajudar na sua próxima viagem. Temos parceria com o booking, um dos maiores sites de reserva de hotéis do mundo. Clicando aqui, você pode reservar sua próxima hospedagem, dessa forma você nos ajuda a manter o blog e não paga nada a mais por isso.

moscou rússiamoscou rússiaCatedral de São Brasílio

O que mais gostei foi a Catedral de São Basílio que encanta com todas aquelas formas e cores, é magnífica. O Jardim de Alexandre também vale muito a pena ser visitado, é um parque gigante com vários jardins, muitas flores, chafariz e monumentos por toda sua extensão. Dá para comprar um cafézinho e sentar nos bancos dentro do jardim para observar o movimento. Acabei não entrando no Kremlin, então fica pra uma próxima.

Perto da praça também tem barraquinhas fixas montadas que você consegue experimentar comidas mais típicas da Rússia. Eu experimentei o churrasquinho, siiiiiim na Rússia também tem churrasco, um pouco diferente do nosso estilo porque eles grelham junto legumes, mas é super gostoso!

Fora isso tem o teatro Bolshoi, o museu da Vodka, entre outros. moscou rússia moscou rússia moscou rússia moscou rússia

Onde comprar lembrancinhas em Moscou

Aos arredores da praça não tem muita loja de presentinhos e bugigangas não, o shopping GUM é recheado de lojas de grifes sendo um lugar mais para tomar café ou sorvete e apreciar sua linda arquitetura. Mas se você quer um lugar muito bom para comprar souvenir vá para o Izmailovsky Market, que fica na linha azul escura do metrô (Arbatsko-Pokrovskaya) na estação Partizanskaya. É o mercadão! Tem de tudo o que você quiser e imaginar, as bonequinhas infinitas, pinturas, chaveiros, imãs, roupas tradicionais russas, lenços, comida e muita coisa antiga. É barato e você pode ainda barganhar.

Além de lembranças se você também perder sua mala e precisar comprar roupas e um chinelo para viver, perto desse mercadão tem um shopping com várias lojas e muita variedade de roupas e preços.  Izmailovsky Market moscou russia  Izmailovsky Market moscou russia  Izmailovsky Market moscou russia  Izmailovsky Market moscou russia  Izmailovsky Market moscou russia  Izmailovsky Market moscou russia

Minha experiência

A minha viagem para Rússia foi rápida e turbulenta. Tivemos que mudar de planos por conta da confusão da mala, retirar São Petersburgo do roteiro, e ficar cinco dias parados em Moscou esperando eles resolverem isso. No fim, um amigo russo muito gente boa que ajudou demais, falou com eles em russo e deu seu endereço para que enviassem minha mala na casa dele. Cinco dias depois tudo certo, com mala em mãos e feliz de ter conhecido mais um país.

Cheguei com uma impressão e fui embora com outra. Me dei a chance de não rotular pelas primeiras impressões, observar os detalhes, apreciar aquele clima antigo, e gostar da Rússia. Gostei muito na verdade, fiquei encantada e voltaria com toda certeza!

 

CompartilheShare on FacebookEmail this to someoneShare on TumblrShare on StumbleUponShare on Google+Digg thisTweet about this on TwitterPin on Pinterest

Eu sou a Nay, tenho 26 anos, aquariana, biomédica de formação e viajante de coração. Sou curiosa pela diversidade cultural, amante do mundo e da escrita. Espero poder compartilhar uma boa história contigo e/ou te ajudar na sua próxima viagem! <3

9 Respostas

  1. Que lugar mais interessante, adoraria visitar a Rússia. Já está anotado na minha listinha de desejos.

  2. Confesso que só de imaginar todas essas palavras russas que eu não saberia nem pronunciar para me comunicar já me dá um medinho de visitar a Rússia! Mas com certeza deve ser uma experiência única.

    • Alyssa a aventura vale muito a pena! E no caminho a gente sempre acaba encontrando pessoas pra ajudar. É um país único mesmo! 😀

  3. Nossa, Nay. Eu nem tinha tanta vontade de conhecer a Rússia, mas cada post que vejo fico mais e mais encantada. Que lugar lindo! <3

  4. Ahhh adorei as fotos! Rússia é um país muito louco e diferente!!

  5. Adorei o seu relato sobre a Rússia, fiquei pouco tempo também, mas conheci muita coisa! Consegui me virar bem no metrô pois tinha decorado o alfabeto cirílico, quase não conversei muito com russos, pois eles não davam muita ideia, achei todos os lugares muito imponentes e grandiosos! No final valeu a experiência, tenho até vontade de voltar! O lugar onde eu comprei lembranças foi bem fora da cidade então paguei muito barato!

    • Os lugares são grandiosos mesmo, coisa linda ne! Tenho vontade de voltar também, muito cantinho pra conhecer ainda nesse país!
      Obrigada por ler o post e acompanhar o Baú Flavia!

  6. […] Não deixe de ler um outro olhar sobre a Rússia, acompanhe o Baú do Viajante pela Nayara e Matheus. […]

Deixe uma resposta